Bandeira da França

Bandeira da França oficial
FRANÇA

 

Nome oficial: República Francesa

République française (em francês)

Capital: Paris

Localização: Europa

Data de adoção: 15 de fevereiro de 1794

A Bandeira da França data da Revolução Francesa e possui três faixas verticais de igual tamanho nas cores azul e vermelha nos extremos, e branca na faixa central.

Significado das Cores da Bandeira


Todos os cidadãos armados deviam usar por distintivo as cores da cidade de Paris que eram o vermelho e o azul. Assim foi feito até que o povo toma o poder da Bastilha e concorda em unir estas cores, distintivas dos patriotas, ao branco, que era a cor da Casa Real ainda reinante, em sinal de união entre o povo e o monarca.

Pode-se dizer que as cores da bandeira da França são basicamente aquelas de Paris, as mesmas usadas no dia da queda da Bastilha, juntamente com o branco real. Acredita-se que o Marquês de Lafayette tenha sido o responsável por inventar o laço vermelho, branco e azul que logo se tornou compulsório para os Revolucionários em 1789.

Bandeira da França no Arco do Triunfo
Bandeira da França apresentada por aviões nos céus de Paris em dia de comemoração nacional.

A bandeira foi criada em 1790, mas com as cores posicionadas ao inverso do que são hoje. O posicionamento foi revisto e alterado em 1794 para o formato atual.

Mais tarde, com a derrota de Napoleão I em Waterloo, voltou-se a usar a bandeira branca da dinastia Bourbon, mas a tricolor foi trazida de volta com a Revolução de 1830, novamente por Lafayette, e tem sido usada desde então pelos governos que se sucederam.

As cores da bandeira francesa combinam, portanto, diferentes símbolos:

Azul é a cor de Saint Martin, um rico oficial galo-romano que rasgou seu manto azul com sua espada para dar metade dele a um pobre que mendigava na neve. Este é o símbolo do cuidado e do dever que os ricos tinham de ajudar os pobres.

Branca é a cor da Virgem Maria, a quem o Reino da França foi consagrado no século 17 por Luís XIII. Também é a cor de Joana d’Arc sobre cuja bandeira os ingleses foram finalmente expulsos da França no século 15. Ela tornou-se, portanto, a cor da realeza. Os barcos do rei levavam no mar bandeiras totalmente brancas.

Vermelha é a cor de Saint Denis, santo padroeiro de Paris. A bandeira de guerra dos reis era o vermelho de Saint Denis.

Apesar de diferentes significados serem atribuídos às cores, é fato que o vermelho e azul de Paris eram as cores do brasão de armas e naturalmente as usadas pela milícia.

A maioria das bandeiras francesas, pelo menos quando começaram a ser usadas, tinham uma tonalidade de azul bem escura. No dicionário enciclopédico Petit Larousse Illustré consta a seguinte entrada:

Bleu roi : bleu soutenu (celui du drapeau francais) | Azul real – ou royal: azul forte  (o azul da bandeira francesa).

A atual Constituição da República Francesa, adotada em 1958 diz: L’emblème national est le drapeau tricolore, bleu, blanc, rouge (O emblema nacional é a bandeira tricolor, azul, branca e vermelha).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *